Você está em:

Alunos da zona rural encontram maneiras criativas para realizar atividades de Educação Física durante a quarentena


Na Comunidade Souza Lima, o terreirão de café se transformou em quadra esportiva

Os alunos da Escola Municipal Carmélia de Castro, na comunidade Souza Lima, na zona rural de Poços de Caldas, encontraram maneiras criativas de desenvolver as atividades remotas de Educação Física, que fazem parte do sistema de aulas não presenciais da Rede Municipal de Ensino. Espaços que fazem parte do cotidiano dessas famílias, como terreiros de café, têm se transformado em locais de exercícios físicos e muita diversão.

“Normalmente, procuro pensar nas características de cada comunidade escolar, mas neste momento tenho que me preocupar mais em enviar atividades pensando na possibilidade de os alunos executarem sozinhos ou com poucas pessoas, tendo em vista que os pais trabalham muitas horas fora de casa”, explica a professora de Educação Física, Jane Mara Bernardes Jerônimo.

Ela realiza o planejamento semanalmente, buscando dar sequência ao tipo de atividade escolhida para aquele período, sempre pensando em dois objetivos: diminuir o sedentarismo durante o período de isolamento social e manter os vínculos afetivos. “Nosso objetivo é fazer com que os alunos não se desliguem da escola e da educação física, que é sempre tão prazerosa para eles, além de fazer com que eles aproveitem ao máximo o convívio com a família, quando conseguem executar as atividades juntos”, destaca.

Na última semana, a professora foi positivamente surpreendida com o recebimento de vídeos dos alunos da E.M. Carmélia de Castro durante a execução das aulas online de Educação Física. “No vídeo, podemos ver o aluno do 8º ano do Ensino Fundamental disputando um ‘Jogo da Velha Fitness’, que tinha como proposta trabalhar diversas noções de psicomotricidade ensinadas nas aulas, mas com objetos do cotidiano, que os estudantes tivessem disponíveis em suas casas. O aluno Vinícius Zanetti desenvolveu a atividade no terreiro de café, junto com a família, esbanjando criatividade, capricho, agilidade e empenho nas aulas”, conta a professora. “Achei fantástico! Fiquei encantada porque usaram as ferramentas que tinha ali, naquele momento”, diz.

Ela conta que tem recebido relatos de familiares que estão realizando as atividades junto com os alunos, transformando os exercícios em momento de interação e diversão para toda a família. “As aulas de Educação Física online na zona rural são uma mistura de educação ambiental, psicomotricidade e valorização das vivências de cada aluno”, reflete a professora Jane Mara, que leciona na Rede Municipal de Ensino há mais de 18 anos e, além da Escola Municipal Carmélia de Castro, também atua na E.M. Presidente Washington Luiz.

Ensino remoto
O Regime Especial de Atividades Não Presenciais da Rede Municipal de Ensino teve início em 11 de maio e foi regulamentado por meio da Portaria 006/2020, que dispõe sobre a reorganização do calendário escolar 2020, em razão da suspensão das aulas presenciais em decorrência das ações de enfretamento ao novo coronavírus (COVID-19). As aulas presenciais estão suspensas desde o dia 18 de março. Os alunos que têm dificuldade de acesso à internet estão recebendo as atividades de ensino remoto em casa, de forma impressa.

Estamos vivendo um momento delicado, tempos de pandemia mundial, distanciamento social, e dentre outras coisas, tempo de suspensão das aulas presenciais. E em meio a tantos medos pela saúde, incertezas na economia, a educação precisou repensar seus métodos pedagógicos, suas ideias de como acessar os alunos e sobretudo, de como poder ensinar a todos, através de aplicativos de aulas online, pensando também na realidade escolar, social e econômica de cada escola, e principalmente, de cada família (muitas famílias sequer tem acesso à internet). .Para lecionarmos de maneira virtual, não fomos instruídos sobre criação de conteúdo digital, edição e publicação na internet, mas nós, professores e equipe de coordenação pedagógica, estamos nos desdobrando, muitas vezes além da nossa capacidade de tempo e de conhecimento, para não perdermos o vínculo e contato com nossos alunos, para que haja o interesse nas aulas online (que sabemos tão bem quanto os alunos o quanto são cansativas) e para que as aulas a distancia deem certo, pelo tempo que forem necessárias. .Arrisco em dizer que, além dos profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate ao COVID, nós, professores, também estamos fazendo o nosso melhor nesse momento de crise, pois acreditamos que a educação pode sim transformar vidas, e são nossas crianças, nossos alunos, a esperança de um futuro mais justo e saudável. Mesmo sendo um trabalhador muito desvalorizado em nosso país, o professor é o profissional que forma todos os demais. Sem o professor de educação básica, não existiriam médicos, enfermeiros, cientistas, engenheiros ou advogados..Sem mais delongas, essa reflexão foi para pensarmos como seria esse momento de crise atual, se os professores não estivessem se virando nos 30, para não deixar a peteca cair, de forma criativa, inovadora e principalmente, pensando no bem-estar, e na realidade de vida de seus alunos. Valorizem seus professores, eles estão dando um duro danado para criar suas aulas online!.Deixo agora para vocês, uma linda atividade realizada durante uma das minhas aulas online de Educação Física (sim, estamos tendo aulas online de educação Física também), na Escola M. Profª. Carmélia de Castro, zona rural de Poços de Caldas. No vídeo, podemos ver os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental disputando um "Jogo da Velha Fitness", que tinha como proposta, trabalhar diversas noções de psicomotricidade ensinadas nas aulas, mas com objetos do cotidiano, que tivessem disponíveis na casa de cada aluno. O aluno Vinícius Zanetti desenvolveu a atividade no terreiro de café, junto com a família, esbanjando criatividade, capricho, agilidade e empenho nas aulas..Este é um resumo das aulas de Educação Física online na zona rural, uma mistura de educação ambiental, psicomotricidade e valorização das vivências de cada aluno! ❤️ .Valorize seu professor e lembre-se: muito respeito, fé e paciência, esse momento vai passar!Um beijo carinhoso (e de máscara), da Profª. Jane Mara Bernardes Jerônimo.

Posted by Jane Bernardes Jerônimo on Saturday, July 11, 2020

Telefone

(35) 3697-5000

Endereço

Avenida Francisco Salles, 343, Poços de Caldas - 37701-013

Funcionamento

09:00 às 18:00h de seg. a sex.

ÓRGÃO RESPONSÁVEL

Secretaria Municipal de Comunicação Social