Você está em:

Alunos da zona rural têm orientações sobre Educação Ambiental

Alunos confeccionaram cartazes sobre o tema. Ação foi desenvolvida em parceria com a Divisão de Fomento Agropecuário da Prefeitura

Alunos da Escola Municipal D. Lúcia Sacoman Junqueira, localizada na comunidade rural Fazenda Aparecida, participaram de ações sobre Educação Ambiental. As ações foram realizadas no último dia 20, por voluntárias do Instituto Fernando Bonillo de Pesquisa e Conservação Ambiental – IFB e também alunas do curso de Ciências Biológicas do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS) campus Poços de Caldas.

Na ocasião da intervenção, as educadoras ambientais responsáveis pelas ações realizaram uma roda de conversa informal com os alunos do 6° ao 9° ano, seguida de atividades teóricas e práticas, com o objetivo de conhecer a realidade dos moradores da zona rural com relação ao saneamento básico, mais especificamente a coleta e tratamento de esgoto e disposição e gestão de resíduos sólidos.

A partir deste diagnóstico informal inicial foram desenvolvidas interferências educacionais sobre o tratamento adequado de efluentes e gestão de resíduos, com o incentivo e conscientização sobre a importância da implementação de fossas sépticas, reciclagem de materiais e disposição de lixo

Os alunos viram na prática a quantidade de resíduos gerados na escola, participaram de palestras e produziram materiais de conscientização que foram espalhados pela escola. “Esta iniciativa foi muito positiva, tanto para os alunos quanto para a comunidade em geral, que começa a perceber a importância da conservação ambiental. Os alunos adoraram as atividades!”, comenta a diretora da escola, Angélica Pereira Galvão Oliveira.

Esta iniciativa partiu de conversas entre as educadoras ambientais com a engenheira ambiental e conselheira técnica do IFB, Marielle Rezende de Andrade, que não hesitou em contatar a Divisão de Fomento Agropecuário da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SMDET), coordenada por Vanessa Barzagli, e o vice-prefeito e também titular da SMDET, Flávio Faria, que se mostraram muito preocupados e engajados com a atual situação relativa ao saneamento rural. “É muito importante as ações de conscientização ambiental na zona rural pois na maioria das vezes os moradores não têm conhecimento dos impactos relativos ao esgoto e lixo nos rios e córregos”, comenta Vanessa, que se mostrou muito disposta a colaborar com as ações.

“Foi uma experiência muito positiva, onde conseguimos levantar aspectos que não tínhamos ideia. A coleta de resíduos sólidos passa a cada 15 dias no local e a maior parte dos alunos disse que o lixo é queimado, o que indica que temos muito trabalho pela frente, em especial sobre compostagem e tratamento de esgoto”, comenta a graduanda em Ciências Biológicas e educadora ambiental Natália Vicentino.

A organização do encontro espera em breve levar à comunidade rural de Poços de Caldas mais ações relativas ao saneamento rural, com disseminação de práticas para melhorar a qualidade das água e estimular o saneamento.

Texto e fotos: Instituto Bonillo

Telefone

(35) 3697-5000

Endereço

Avenida Francisco Salles, 343, Poços de Caldas - 37701-013

Funcionamento

09:00 às 18:00h de seg. a sex.

ÓRGÃO RESPONSÁVEL

Secretaria Municipal de Comunicação Social