Você está em:

Poços participa do Programa Prefeito Amigo da Criança da Abrinq

O prefeito, Sérgio Azevedo, recebeu técnicas do Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC). Poços concorre, mais uma vez, ao prêmio instituído pela Fundação Abrinq. Participaram do encontro secretários e seus assessores diretos

Poços de Caldas, participa mais uma vez do Programa Prefeito Amigo da Criança (PPAC), da Fundação Abrinq. Criada em 1996 a iniciativa, que completou 30 anos em fevereiro último, busca traçar um panorama da infância e adolescência, a partir de análise dos principais indicadores sociais do Brasil. Participam da edição 2020, duas mil cidades de todos os estados do país, mais o Distrito Federal. A premiação está marcada para o dia 1º de julho, em Brasília.

Na manhã desta quinta-feira (5) o prefeito, Sérgio Azevedo, recebeu no gabinete, Luane Natalle, técnica do PPAC, e Michelly Antunes, líder na organização do Prêmio ‘Adotei um Sorriso’, também da Abrinq. Participaram do encontro, os secretários Carlos Mosconi (Saúde), Wellington Guimarães Paulista (Esportes e Lazer), Ricardo Fonseca (Cultura), Luzia Teixeira Martins (Promoção Social) e Maria Helena Braga (Educação). Todos estavam acompanhados dos respectivos assessores diretos.

As integrantes do PPAC permanecerão esta quinta e sexta-feira na cidade, para conhecer os programas desenvolvidos pela prefeitura. Serão analisados, ao todo, no período dos últimos quatro anos, 31 indicadores sociais relacionados com os objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas. Entre eles: mortalidade, gravidez na adolescência, cobertura de creches, trabalho infantil e violência.

Sérgio Azevedo lembrou, que o município passa por grandes dificuldades financeiras, desde do início da atual administração, e que houve necessidade de promover cortes em diversas áreas nesses três anos, porém, nenhuma redução de orçamento foi feita em setores como Educação, Saúde e Promoção Social. Segundo ele, na Cultura os repasse até superaram aqueles realizados em anos anteriores.

O prefeito anunciou, ainda, que este ano está somando esforços com a Delegacia da Receita Federal do município, para ampliar as doações dos contribuintes, na declaração de Imposto de Renda/2020, para o Fundo para a Infância e Adolescência (FIA). De acordo com ele, no primeiro ano o valor subiu cinco vezes e, em 2019, o montante repassado foi 59% maior que o ano anterior.

Poços é a única cidade do sul de Minas a receber a visita ‘in loco’ de uma equipe técnica do PPAC, para análise de programas sociais. As técnicas da Abrinq, não opinaram sobre as reais possibilidades da cidade, mas se mostraram interessadas na rede interligada e estruturante de assistência à criança e o adolescente do município. Também elogiaram o orçamento destinado às ações e as boas práticas implementadas. “Nos deixa muito satisfeitas ver o entusiasmo dos gestores, a disposição das equipes e a liderança do prefeito”, ressaltaram.

Em Poços, os alunos têm atividades no contraturno escola

Educação

Maria Helena Braga, destacou a fila única para a matrícula em creches, sem privilégios para ninguém. Também citou programas da rede, que funcionam no contraturno escolar com diversa atividades, dos quais participam adolescentes que antes ficavam pelas ruas ou em casa sozinhos. Segundo a secretária, nesta gestão foi criado o ECHA – Espaço Cooperativo de Aprendizagem Horizonte, que possui três turmas, de 17 alunos cada, todos jovens que deixaram a escola, e, agora, ganharam nova oportunidade de resgatar uma vida melhor. Ela mencionou também cursos como o EJA – Educação para Jovens e Adultos (à noite) e as parcerias com universidades e empresas da cidade.

Maria Helena informa que na rede regular de ensino tem as Auxiliares de Educação Inclusiva, profissionais que atuam em sala de aula para apoio a alunos com algum tipo de deficiência. De acordo com a secretária, o município mantém convênios com escolas, também no contraturno, para atender jovens cegos, surdos e mudos e, ainda, com a Apae. “Essas instituições têm recebido apoio do comércio local, em campanhas para socializar a linguagem dos sinais”, acrescentou

 

Esporte

Wellington Guimarães Paulista, reforçou a fala do prefeito e disse que toda criança tem de praticar esportes. Para o secretário, isso vem se consolidando com ações integradas e a participação de todas as secretarias. Ele informa que, ao todo, são 150 projetos na cidade atualmente, desses 50% são destinados às crianças e adolescentes, que são realizados inclusive nos finais de semana para dar oportunidade a todos participarem.

 

O parque Municipal ganhou, em 2019, novas quadras poliesportivas

Paulista, considera Poços privilegiada, no que diz respeito a quantidade de equipamentos esportivos, porque possui muitas áreas de lazer, ginásios poliesportivos (inclusive em escolas) e academias ao ar livre. “Hoje são 30, mas em breve teremos mais 13 inauguradas”, anunciou.

Cultura

Na avaliação de Ricardo Fonseca, Poços está entre as cidades mais culturais do país, isso com base no forte projeto de descentralização do setor e o grande corpo já consolidado de artistas. De acordo com o secretário, a Cultura se vale para tanto, das várias parcerias com outras pastas como as de Educação, Cultura e Promoção Social.

As opções de cultura para as crianças em Poços são diversas

O diretor de Políticas Culturais, Gustavo Dutra, lembrou o montante de projetos financiados, por meio do ISSQN, permitido pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, e também do repasse financeiro feito direto pela Prefeitura ao setor. Segundo ele, foram 130 projetos em 2019, inclusive realizados na zona rural, que somaram um total de cerca de R$ 2,3 milhões.

Promoção Social

Luzia Martins, alinhou a série de programas desenvolvidos pela Promoção Social e falou da estrutura do município para atender crianças e adolescentes, como as casas lares e abrigos. Ela destacou também, a preocupação e o cuidado com o impacto na questão do vínculo desse público.

Crianças participam de diversos projetos sociais do município

Quanto a estrutura, a secretária citou a importância das entidades parceiras que trabalham, de forma preventiva, atendendo crianças e adolescentes, e de outras formas de acolhimento, como o programa Família Guardiã, destinado à guarda provisória, por outras famílias, de crianças e adolescentes que tiveram seus direitos violados e necessitam de cuidado e proteção. Essa ação, evita que haja o acolhimento institucional e assegura à criança ou adolescente o direito à convivência familiar e comunitária.

A secretária acrescenta, que vários cursos são oferecidos pela Incubadora Social, que permitem maior geração de renda para o sustento e a autonomia da família. Tem ainda, o ‘Poços Promove’, programa que tem o objetivo de favorecer a integração de jovens e mulheres no mundo do trabalho e incentiva-os a desenvolver a autonomia pessoal e financeira. “As oficinas contam com atividades que estimulam as potencialidades e competências pessoais e profissionais”.

Saúde

Ressaltando que a comunidade precisa de respostas para as suas necessidades, Carlos Mosconi, adiantou a intenção da criação de um Centro de Atenção Psicossocial Infantil (Caps i) em Poços. Para o secretário, a assistência à criança é fundamental para se vislumbrar um futuro melhor, por isso, um equipamento desse nível vai ajudar muito o setor de Saúde do município. Para ele, os problemas são graves, como o das drogas que é um drama, “mas não podemos desistir”.

O resultado da imunização, por meio de vacinas, é muito satisfatório

Mosconi revelou, ainda, que Poços possui nível bem positivo em assistência à saúde da criança e do adolescente, se comparado ao resto país. O secretário cita, entre outros, o bom programa de pré-natal e o baixo índice de mortalidade infantil na cidade. De acordo com ele, a incidência de doenças endêmicas é pequena e o resultado da imunização da população, por meio de vacinas, é muito satisfatório.

(A instalação do ‘Caps i’ é autorizada em municípios com população acima de 150.000 habitantes. Poços tem por projeção do IBGE, cerca de 170 mil de população.)

Programa Prefeito Amigo da Criança, completou 30 anos em fevereiro. A iniciativa busca traçar um panorama da infância e adolescência, a partir de análise dos principais indicadores sociais do Brasil

Telefone

(35) 3697-5000

Endereço

Avenida Francisco Salles, 343, Poços de Caldas - 37701-013

Funcionamento

09:00 às 18:00h de seg. a sex.

ÓRGÃO RESPONSÁVEL

Secretaria Municipal de Comunicação Social