Você está em:

CREAS promove oficina para estabelecer prontuário único de atendimento

Oficina debateu implantação do prontuário único de atendimento

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS – passará a contar com prontuário único de atendimento. O assunto foi discutido na primeira oficina “Reinventando nosso saber: refletindo sobre nossa prática”, realizada na última sexta-feira (12).

O estabelecimento de um prontuário único para cada família atendida no CREAS tem por objetivo a unificação do registro e o compartilhamento de informações, além da integração das ações entre os núcleos e organização do fluxo de registro, entrada e saída de documentos.

Hoje, o serviço do CREAS está dividido em quatro núcleos: criança e adolescente, idoso e pessoa com deficiência, mulher e gêneros e medidas socioeducativas para adolescentes que cometem ato infracional. “Nosso intuito é ter um prontuário único para que todas as situações de violação de direitos possam ser compartilhadas. Muitas vezes, as famílias são atendidas nos diferentes núcleos do CREAS e nosso objetivo é que o trabalho não seja segmentado”, explica a coordenadora da Proteção Social Especial de Média Complexidade, Caroline de Souza.

O coordenador de Vigilância Socioassistencial da Secretaria Municipal de Promoção Social, Nelson Maure, apresentou à equipe do CREAS o prontuário SUAS, disponibilizado pelo antigo Ministério do Desenvolvimento Social, hoje Ministério da Cidadania. “Atualmente, cada núcleo de atendimento do CREAS tem o seu prontuário, o que pode gerar duplicidade de informações. Pensando em adequar o atendimento, a ideia é que todos passem a utilizar o prontuário SUAS, que pode inclusive ser preenchido online”, ressalta.

CREAS
O CREAS é um equipamento que integra a média complexidade do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e realiza atendimento nas situações de violação de direitos de crianças, adolescentes, mulheres, idosos e pessoas com deficiência. O atendimento pode ser feito por demanda espontânea. Basta se dirigir ao CREAS (Rua Laguna, 820 – Jardim dos Estados), em horário estendido, das 8h às 19h, de segunda a quinta-feira, e das 8h às 18h às sextas-feiras, ou entrar em contato pelo telefone 3697-2626.

CREAS funciona na Rua Laguna, 820, no Jardim dos Estados

O atendimento também é realizado no caso de encaminhamentos por órgãos como Conselho Tutelar, Ministério Público, delegacia, escolas e serviços de saúde. “Esses encaminhamentos se dão por uma situação de violação de direitos, como abuso sexual, maus tratos, violência contra idosos, mulheres e crianças”, informa a coordenadora da Proteção Social Especial de Média Complexidade, Caroline de Souza.

Ela explica que o atendimento abrange acolhimento, acompanhamento, monitoramento e encerramento. “O CREAS oferece um atendimento que é transitório, provisório. Nós temos o atendimento psicossocial, da dupla de assistente social e psicólogo, e o nosso trabalho é auxiliar a família a se organizar e sair desse ciclo de violência. Há atendimento individual, em grupo e familiar, além de orientação jurídica. Temos que trabalhar para o rompimento da violação de direito e, em seguida, encaminhar a família para acompanhamento no seu território de origem, por meio do Centro de Referência de Assistência Social, o CRAS”, destaca.

Serviço
Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS
Rua Laguna, 820 – Jardim dos Estados
Atendimento estendido, das 8h às 19h, de segunda a quinta-feira, e das 8h às 18h, na sexta-feira
Telefone: 3697-2626.

 

Telefone

(35) 3697-5000

Endereço

Avenida Francisco Salles, 343, Poços de Caldas - 37701-013

Funcionamento

09:00 às 18:00h de seg. a sex.

ÓRGÃO RESPONSÁVEL

Secretaria Municipal de Comunicação Social